domingo, 4 de março de 2007

contos algo cruéis


Nada como um pouco de disciplina para poder ler sem se dispersar. Estive um par de dias viajando e aproveitei o tempo livre nos ônibus e no hotel para colocar alguns projetos em dia. Um deles foi este curto livro de contos, ou melhor, de minicontos, todos eles com temática adolescente. Esta é mesmo uma fase curiosa de nossas vidas. Nunca encontrei alguém que tenha vontade de repetir a experiência (por mais que alguns a estiquem a não poder mais, postergando decisões, escolhas, movimetnos), todavia há algum respeito atávico de nosso corpo àquela terrível encarnação. Como aceitar a tolice, prepotência e falta de urbanidade que vêm junto com o pacote de romantismo, frecor, vigor e potência? Os minicontos do Leornardo registram bem esta dicotomia. São bons de ler e algumas das soluções dele vibram nossa memória juvenil. Lê-se em uma sentada mas fiquei com vontade de voltar e folhear novamente o livro (e de fato o fiz), para tentar lembrar como ele descreveu de forma tão rica e instigante o velho combate dos hormônios em fúria. Belo livrinho. Super bem editado pela 7 letras. Recomendo.
post scriptum: Leonardo ganhou o prêmio Jabuti 2007 de melhor livro juvenil com este livro. A apuração foi no final de agosto e a entrega do prêmio aconteceu no último dia de outubro (mas eu já havia resenhado aqui no 4 de março, hehehehehehe)
Adeus Contos de Fada, Leonardo Brasiliense, editora 7letras, 1a. edição (2006) ISBN: 85-75773-04-6

Um comentário:

leonardo brasiliense disse...

Valeu Aguinaldo, pela leitura e pelo comentário.

Abração,

Leonardo